O projeto: autoral e independente, o site propôs um novo olhar sobre o conteúdo para crianças, famílias e educadores. Durante três anos, foram realizadas centenas de entrevistas, resenhas de livros e aplicativos, sugestões de filmes e música, com referências colhidas e vivenciadas em São Paulo, Londres, Paris, Barcelona, Berlim, Lübeck e Copenhague, entre outras cidades. 
Além da curadoria digital, o Garatujas também criou conteúdo, como o Papo Pá-Pum (uma entrevista lúdica com profissionais do livro de diversos países); a Garapedia (uma minienciclopedia ilustrada); o Olha, Eu Que Fiz! (um zine dedicado a artistas); e animações do Garatujo, um personagem anti-herói. 
O Garatujas Fantásticas tornou-se referência no universo infantil e assim recebeu convites para ser parceiro de conteúdo em diferentes projetos e instituições, como ComKids, Revista Emília, Toda criança pode aprender e outros.

O que fizemos:
concepção e desenvolvimento geral, projeto editorial, projeto gráfico, criação, conteúdo, redação, ilustração, webdesign, articulação com parceiros.

Quem ilustrou: Tartaruga Feliz.

Outros projetos